independencia-fora-temer

Independência real já!

A independência do Brasil está presa nas malas que foram encontradas no apartamento atribuído a Geddel Vieira Lima.

De 1500 para cá quantas malas de dinheiro correram de um lado para o outro? Quantos esquemas foram montados e desmontados? Quantos estão ainda hoje de pé? Seria leviano afirmar qualquer número.

O certo é que a corrupção está concebida na construção do nosso país. Porém, isso não se resume a uma questão moral. Certamente há um problema de (falta de) moral. Porém, essa é apenas parte do nosso problema.

Nosso país desde sua fundação (ou invasão) tem uma posição mundial definida pelo processo histórico de desenvolvimento do capitalismo, a periferia, a sobra.

Por isso, nunca houve no Brasil uma verdadeira independência, mas sim um aprofundamento de uma dependência das elites externas e uma vinculação das elites brasileiras ao grande capital externo.

Muitos ficaram em choque com a revelação da quantidade de papéis da JBS que operam fora do país, porém essa é a realidade das 70 famílias mais ricas do país. São brasileiros, mas entendem que nesse jogo o país serve ao mundo como um estoque de recursos naturais e mão de obra barata.

É daí que vem todos esses esquemas, o país se sustenta sob a exploração e sem um projeto que possa nos tirar da dependência. A elite age na política com seus fantoches que metem a mão na lama para manter os privilégios próprios e os interesses internacionais.

independencia-fora-temerO Brasil nunca foi independente, esses esquemas que azeitam hoje o ajuste de Temer outrora azeitaram privatizações (vide Vale) e reforma da previdência (vide mensalão), são faces da mesma moeda. De uma política da minoria contra a maioria dos brasileiros. Tudo o que querem fazer com isso é manter o Brasil no seu lugar no mundo.

Nesse 7 de setembro ao invés de celebrar a farsa, devemos inaugurar a luta por uma independência real e já. Essa independência passa por se levantar contra a corrupção, mas sobretudo a favor de uma revolução democrática. Temos que refundar o país, declarar a real independência e montar um regime em que o povo mande e o governo obedeça.

 

Dante Peixoto, 30, Engenheiro Ambiental, do PSOL São Carlos

 

Originalmente publicada no Jornal Primeira Página de 07/09/2017

No Comments

Leave a Comment